quinta-feira, dezembro 28, 2006

A culpa é deles!

Extracto de uma carta publicada na internet em nome de Saddam Hussein e autenticada pelos seus advogados:

"I call on you not to hate because hate does not leave space for a person to be fair and it makes you blind and closes all doors of thinking. I also call on you not to hate the people of the other countries that attacked us... [This] court... did not give us the chance to say a word, and issued its verdict without explanation and read out the sentence - dictated by the invaders - without presenting the evidence... Dear faithful people, I say goodbye to you, but I will be with the merciful God who helps those who take refuge in him and who will never disappoint any honest believer.''

Negritos meus.

P.S. No entanto, até que ponto vai a justiça numa pena de morte?

Etiquetas:

8 Comments:

Blogger Um Canto de Nome Isabel said...

A parte nenhuma.

10:17 da manhã  
Blogger L said...

Ou a uma parte muito, muito escura.
Paz às almas de quem Saddam matou... e à dele também.

6:22 da manhã  
Blogger Pitucha said...

Pena de morte nunca rima com justiça!
Beijos e bom 2007 para ti

2:06 da tarde  
Blogger nmc said...

A pena de morte, seja para quem for, é algo extremamente... nem sei descrever!!

11:55 da tarde  
Blogger Rui said...

"Se punirmos com a morte quem mata, como puniremos o carrasco?
Seja ele um homem, um estado ou um sistema.
Em ultima análise: punir com a morte é tornar-se assassino e sujar a Justiça com um crime hediondo!"

Yur Adelev

Frase de um amigo.

6:30 da tarde  
Blogger Carpinteiro said...

Nem no entanto nem até ponto nenhum. Perpetrou-se a falta de justiça...

Apesar de tudo, um bom 2007! Num mundo melhor claro ;)

1:08 da manhã  
Blogger AlfaBeta said...

Se se defende a vida em relação ao aborto, porque se sentem com o direito de tirar a viada a alguém?

4:12 da tarde  
Blogger Anabela S. Dantas said...

Neste caso, a hipocrisia parece servir de explicação e argumento para tudo!

8:45 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home